9jaflavar

9jaflavar.com is Nigeria 9ja naija Number One Musics, News, Freebeats, Gists, Videos,

lyrics

「Lyrics」: A moleirinha 「Poema」 – Guerra Junqueiro

Pela estrada plana, toc, toc, toc,
Guia o jumentinho uma velhinha errante.
Como vão ligeiros, ambos a reboque,
Antes que anoiteça, toc, toc, toc,

A moleirinha 「Poema」 – Guerra Junqueiro

Pela estrada plana, toc, toc, toc,

Guia o jumentinho uma velhinha errante.

Como vão ligeiros, ambos a reboque,

Antes que anoiteça, toc, toc, toc,

A velhinha atraz, o jumentito adiante!…

Toc, toc, a velha vae para o moinho,

Tem oitenta anos, bem bonito rol!…
E comtudo alegre como um passarinho,

Toc, toc, e fresca como o branco linho,

De manhã nas relvas a córar ao sol.

Vae sem cabeçada, em liberdade franca,

O gerico russo d’uma linda côr;

Nunca foi ferrado, nunca usou retranca,

Tange-o, toc, toc, a moleirinha branca

Com o galho verde d’uma giesta em flor.

Vendo esta velhita, encarquilhada e benta,

Toc, toc, toc, que recordação!

Minha avó ceguinha se me representa…

Tinha eu seis anos, tinha ella oitenta,

Quem me fez o berço fez-lhe o seu caixão!…

Toc, toc, toc, lindo burriquito,

Para as minhas filhas quem m’o dera a mim!

Nada mais gracioso, nada mais bonito!

Quando a Virgem pura foi para o Egipto,

Com certeza ia n’um burrico assim.

Toc, toc, é tarde, moleirinha santa!

Nascem as estrellas, vivas, em cardume…

Toc, toc, toc, e quando o galo canta,

Logo a moleirinha, toc, se levanta,

P’ra vestir os netos, p’ra acender o lume…

Toc, toc, toc, como se espaneja,

Lindo o jumentinho pela estrada chan!

Tão ingenuo e humilde, dá-me, salvo seja,

Dá-me até vontade de o levar á egreja,

Baptisar-lhe a alma p’ra a fazer cristan!

Toc, toc, toc, e a moleirinha antiga,

Toda, toda branca, vae n’uma frescata…

Foi enfarinhada, sorridente amiga,

Pela mó da azenha com farinha triga,

Pelos anjos loiros com luar de prata!…

Toc, toc, como o burriquito avança!

Que prazer d’outrora para os olhos meus!

Minha avó contou-me quando fui creança,

Que era assim tal qual a jumentinha mansa

Que adorou nas palhas o menino Deos…

Toc, toc, é noite… ouvem-se ao longe os sinos,

Moleirinha branca, branca de luar!…

Toc, toc, e os astros abrem diamantinos,

Como estremunhados cherubins divinos,

Os olhitos meigos para a ver passar…

Toc, toc, e vendo sideral tesoiro,

Entre os milhões d’astros o luar sem veo,

O burrico pensa: Quanto milho loiro!

Quem será que moe estas farinhas d’oiro

Com a mó de jaspe que anda alem no ceo!…


DISCLAIMER:The
music, mp3, videos and
lyrics found on this site are the property of the artiste, or record label who made them, and are posted here for educational purposes and personal use only, However if you as an artiste feel your content is being used without your consent please do well to contact us for further removal of such contents.

see more music
see more entertainment gist
latest lyrics

Comment here